Saúde e Odonto

Com telemedicina regulamentada, Saúde Concierge já faz consultas virtuais

 

Médicos atendem de forma remota pacientes em internação domiciliar e crônicos

A Saúde Concierge, empresa de gestão de saúde, já está aplicando as regras da telemedicina para cuidar, de forma remota, de pacientes idosos em home care (internação domiciliar), e começa a estender o benefício também aos doentes crônicos. Com a aplicação de medidas restritivas para conter a pandemia de Coronavírus e a aprovação da lei de teleatendimento pelo Conselho Federal de Medicina e Ministério da Saúde, a empresa instituiu o serviço chamado de TeleSaúde.

“Nesse serviço de TeleSaúde temos um sistema próprio em que o médico se conecta por vídeo com o atendido, conversa, pode vê-lo, ver suas dependências, conversar com um cuidador ou parente presente e fazer todo o procedimento de diagnóstico e prescrição”, explica Tatiane Farah, diretora técnica e enfermeira responsável pelos contatos. Antes da regulamentação, a empresa já fazia acompanhamento presencial e contato telefônico com esses indivíduos.

Com ajustes feitos no sistema própria da empresa, é possível colher a assinatura digital do paciente ou responsável e garantir a confiabilidade das informações, como exigido pela lei. O serviço TeleSaúde começou a ser aplicado na última semana com 2500 pacientes em internação domiciliar, mas já está se expandindo para atender também a carteira de pacientes com doenças crônicas em todo o país.

“Especialmente neste período de pandemia, essa população não pode ficar sem acompanhamento, e levar um profissional presencialmente até as residências seria um risco enorme. A regulamentação veio em excelente hora e esperamos que seja um legado dessa crise”, reforça Tatiane Giatti, diretora executiva da Saúde Concierge.

Comentários

Newsletter



    Facebook

    To Top